Menu

Hipertrofia e carga: quanto mais, melhor?

Será que para hipertrofiar devo sempre trabalhar com cargas elevadas? Quanto mais carga, melhor? Vamos entender um pouco sobre isso…

Um grupo de pesquisadores buscou verificar os efeitos de diferentes intensidades de treino em relação a ganhos de força e hipertrofia. A amostra foi composta por 30 homens que fizeram teste de 1 repetição máxima (1RM) para flexores dos cotovelos (bíceps) e leg press. Posteriormente, esses homens foram submetidos ao programa de treinamento com duração de 12 semanas.

O treino foi constituído dessa maneira: todos os homens treinaram com o lado direito do corpo com 20% da carga atingida no teste de 1RM. Do lado esquerdo corpo, alguns treinaram com 40%, outros 60% e outros 80% da carga atingida no teste de 1RM.

Após 12 semanas de treino, percebeu-se que todos os grupos obtiveram ganhos de força. Já em relação a hipertrofia muscular, o grupo que mais hipertrofiou foi aquele que treinou com cargas de 80% de 1RM. No entanto, percebeu-se que, mesmo treinando com 20% de 1RM obteve-se bons resultados para hipertrofia. Mas vale ressaltar que, entre 60% e 80% de 1RM obtém-se melhores resultados.

Quer hipertrofia? Treine com intensidade, carga ótima e chegue até a falha volutiva.

Bons treinos e prescrições a todos!

Referência:

Lasevicius et al. Effects of different intensities of resistance training with equated volume load on muscle strength and hypertrophy. European Journal of Sport Science, 2018.

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp)
Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp) Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

SAIBA MAIS