Menu

Rosca bíceps

Quem não gosta de treinar um exercício isolado para bíceps? Ou ainda, quem não visa ter um estética avançada nesse músculo? Pois é, sabemos que a grande maioria dos praticantes de musculação têm esses objetivos em comum. E nada mais justo que explanarmos algumas considerações sobre um exercício que trabalha esse músculo e como potencializar seus resultados.

Diversos exercícios foram criados na tentativa de isolar o trabalho dos músculos flexores do cotovelo (bíceps), dentre os mais utilizados temos: a flexão de cotovelo alternada em pé e a Flexão bilateral de cotovelo com barra reta em pé, popularmente conhecidos como rosca direta. Dentre os músculos flexores do cotovelo, o músculo bíceps braquial é o que possui uma maior ativação nesses exercícios (LIMA; PINTO, 2006).

O exercício de flexão de cotovelo alternada em pé pode ser realizado de forma unilateral ( halteres) ou de forma bilateral (barra – figura do post). Assim, tem-se uma fase inicial, uma intermediária I (ação concêntrica – flexão de um dos cotovelos), uma fase intermediária II (ação concêntrica – flexão do outro cotovelo; ação excêntrica – cotovelo flexionado anteriormente) e uma fase final (manutenção da posição inicial).

Um erro comum na realização desse exercício é a realização de um balanceio dos ombros. Em palavras simples seria a movimentação dos ombros para frente e para trás. Em alguns métodos de intensificação realiza-se esse balanceio. Porém isso será assunto para outro post, visto que é algo muito específico e que não pode ser generalizado para todos os públicos praticantes.

Portanto, como já frisamos em postagens anteriores, a carga não é o fator mais importante, ter uma boa execução, evitar os erros comuns, podem potencializar seus resultados nesse músculo. Lembre-se das variáveis do treinamento: velocidade de execução, intervalo de descanso entre séries, etc…

 

Achou interessante e quer ter acesso a mais conteúdos formativos e informativos?

 

Fique de olho na próxima postagem!

 

Referência:

 

LIMA, C.S.; PINTO, R.S. Cinesiologia e musculação. Porto Alegre: Artmed, 2006.

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp)
Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp) Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

SAIBA MAIS