Menu

HIIT na esteira: como e quando fazer?

Simples de ser prescrito, mas difícil de ser realizado! Para quem não conhece o protocolo de High-Intensity Interval Training (HIIT) apresentado na imagem deste post é uma versão adaptada (reduzida) de um protocolo de HIIT publicado pelo grupo do Wisloff et al. (2007).

O protocolo original consiste na realização de um aquecimento de 10 minutos a 60-70% da frequência cardíaca máxima (FCmax), seguido de 4 esforços de 4min a 90-95% da FCmax intercalados com 3 minutos de recuperação entre os esforços a uma intensidade de 50-70% da FCmax. Totalizando 38 minutos de treino!

A intenção do treino apresentado neste post foi manter o tempo e a intensidade do aquecimento igual ao protocolo original (Wisloff et al., 2007) e reduzir o número de esforços! Por quê? Porque existem indivíduos que inicialmente não conseguem fazer os 4 esforços propostos no protocolo original. Após algumas semanas de treino, talvez os esforços possam progredir de 2 para 3 e posteriormente de 3 para 4.

Esse protocolo é muito interessante para a melhora do condicionamento cardiovascular. Entretanto, se você possui complicações osteomusculares ou cardiovasculares é importante que tenha um atestado médico para a prática de exercícios físicos e que procure o acompanhamento de algum Profissional/Professor de Educação Física que seja competente, pois os cuidados e procedimentos precisam ser bem controlados!

Referências

Wisloff et al. (2007) Superior cardiovascular effect of aerobic interval training versus moderate continuous training in heart failure patients: a randomized study. Circulation 115:3086-3094

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp)
Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp) Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

SAIBA MAIS