Menu

Fisiculturismo: Alimentação, Esteróides e Treinamento

Recentemente publiquei juntamente com outros grandes Professores um estudo de caso em que acompanhamos durante 11 semanas a preparação de um Fisiculturista amador (categoria men’s physique) no período de “cutting” (período pré-competitivo).

Durante a preparação o Fisiculturista auto utilizou 4 tipos de esteroides androgênicos anabolizantes (EAA):

  • Enantato de testosterona;
  • Propionato de testosterona;
  • Acetato de trembolona; e
  • Propionato de drostanolon.

O Fisiculturista também seguiu uma dieta alimentar restritiva sob prescrição de uma nutricionista, especialmente nas duas últimas semanas antes da competição. Somando a tudo isso foram realizados os tradicionais treinos de musculação com alto volume e segmentação dos grupos musculares ao longo da semana.

Resultados de tudo isso!?

O Fisiculturista ao início da preparação estava com 81.7 kg e perdeu 4.8 kg de massa corporal, dos quais 3.7kg foram de massa magra. Isso mesmo! Nem os esteroides conseguiram evitar a redução brusca da massa magra.

Muitas vezes fui perguntado sobre essas combinações…acho que a resposta está dada:

ALTO VOLUME DE TREINO + DIETA HIPOCALÓRICA + EAA = DEU RUIM PARA A MASSA MAGRA!

Referência:

Viana, R.B et al. High Resistance Training Volume and Low Caloric and Protein Intake Are Associated with Detrimental Alterations in Body Composition of an Amateur Bodybuilder Using Anabolic Steroids A Case Report. J. Funct. Morphol. Kinesiol. 2017, 2(4), 37.

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp)
Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp) Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

SAIBA MAIS