Menu

Envelheça com qualidade de VIDA!

Dados do IBGE (2013) revelam que aproximadamente 23% da população brasileira pratica os níveis recomendados de atividade física nos momentos de lazer. Para quem não sabe o que representa esses níveis, seria o equivalente a realizar no mínimo 30 minutos de atividade aeróbia de intensidade leve a moderada por dia durante 5 dias da semana, em outras palavras precisa acumular 150 minutos de atividade física por semana (Garber et al., 2011). Esse percentual (23%) ainda parece ser baixo, porém vale lembrar que já foi bem menor em pesquisas anteriores.

Esse aumento da adesão da população à prática constante de atividades físicas demonstra até um certo ponto, a importância que as pessoas possuem com a saúde, estética, condicionamento físico, desempenho físico, lazer, qualidade de vida e/ou outros aspectos. De fato, melhorar a capacidade física pode te ajudar a melhorar o metabolismo (Latt et al., 2018). Por outro lado, uma baixa capacidade física está associada a uma elevada taxa de mortalidade (Solomon et al., 2018).

Para mostrar o quanto a prática de atividade física pode ser importante no aumento da qualidade de vida das pessoas idosas, o governo Canadense divulgou neste ano um vídeo motivacional que aponta os dois lados da moeda. De um lado um idoso que teve uma vida ativa e do outro lado o mesmo idoso, porém refletindo as consequências de uma vida pouco ativa. O esboço final do vídeo mostra um idoso que “Vive” e um idoso que “Sobrevive”!

Portanto, não importa qual seja seu objetivo, o importante é que você saia da poltrona ou da cadeira o quanto antes e dê o primeiro passo em direção a uma vida ativa! Além disse, lembre-se que nunca é tarde para começar!

Ps.: VIVA COM QUALIDADE! ENVELHEÇA COM QUALIDADE!

Referências

Garber CE., Blissmer B., Deschenes MR., Franklin BA., Lamonte MJ., Lee I-M., Nieman DC., Swain DP. 2011. Quantity and quality of exercise for developing and maintaining cardiorespiratory, musculoskeletal, and neuromotor fitness in apparently healthy adults. Medicine & Science in Sports & Exercise 43:1334–1359.

Lätt E, Jürimäe J, Harro J, Loit HM, Mäestu J. Low fitness is associated with metabolic risk independently of central adiposity in a cohort of 18-year-olds. Scand J Med Sci Sports. 2018 Mar;28(3):1084-1091.

Solomon A, Borodulin K, Ngandu T, Kivipelto M, Laatikainen T, Kulmala J. Self-rated physical fitness and estimated maximal oxygen uptake in relation to all-cause and cause-specific mortality. Scand J Med Sci Sports. 2018 Feb;28(2):532-540.

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp)
Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp) Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

SAIBA MAIS