Menu

Cuidado com as dietas restritivas

Newmann (1902) e Gulick (1922) conduziram estudo que já demonstravam uma espécie de adaptação do nosso corpo à variações na ingestão de energia. Uma revisão conduzida por Tremblay et al. (2007) já havia chamado a atenção para um processo chamado de termogênese adaptativa, situação em que nosso corpo reduz o metabolismo para compensar uma baixa ingestão de energia, uma espécie de mecanismo de defesa que acaba atrapalhando o emagrecimento. Se além da restrição energética ainda tiver restrição de exercícios, haverá perda de massa muscular que agravará ainda mais o processo.

Mas o que fazer para evitar a diminuição do metabolismo?

Não faça dietas muito restritivas! Além de insustentáveis são as que mais influenciam negativamente no gasto energético de repouso.

Existe outra maneira de evitar a diminuição do metabolismo?

Com certeza! A musculação parece ser uma forte possibilidade para atenuar esse processo! No entanto, não é qualquer treino de musculação… treine com intensidade! Paoli et al (2012) demonstrou que um treino de alta intensidade, com apenas 3 exercícios e realizado por cerca de 30 minutos, foi capaz de aumentar o metabolismo e o gasto de gordura! Foi estimado um aumento de metabolismo que resultou em um gasto excedente de 450kcal por dia!

Quer emagrecer? Evite dietas muito restritas e não esqueça da musculação intensa!

Não fique sem treinar!

 

Bons treinos e prescrições a todos!

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp)
Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp) Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

SAIBA MAIS