Menu

Crianças e musculação: Pode?

Diversos estudos foram publicados nos últimos anos apoiando a prática de musculação em crianças, adolescentes ou em qualquer faixa etária. Vários benefícios são relatados, enquanto raramente são identificados efeitos deletérios nessa população.

Principais benefícios:

  •  Aumento da força e resistência muscular;
  •  Melhora do desempenho esportivo;
  • Prevenção de lesões nos esportes/atividades recreativas;
  • Reabilitação de lesões;
  • Melhora da composição corporal (especialmente redução da gordura corporal) podendo dessa forma prevenir e tratar a obesidade infantil;
  • Aumento da densidade mineral óssea;

Abaixo transcrevo o trecho final de uma revisão de literatura publicada sobre esse tema:

“A literatura atual não condena a prática do treinamento de força por crianças e adolescentes, desde que algumas regras de segurança sejam seguidas, como liberação médica, instrução adequada de profissional qualificado e aumento progressivo da intensidade do treino. Ao mesmo tempo, vários estudos fornecem resultados consistentes que suportam os benefícios do treinamento intenso e regular nessa população. Melhoria da coordenação motora, da composição corporal (aumento da massa magra e redução da gordura) e aumento da densidade óssea são resultados amplamente documentados, especialmente quando o início da atividade acontece de forma precoce. Pode-se, portanto, concluir que o treinamento de força é uma prática segura e saudável para crianças e adolescentes.” (Barbieri e Zaccagni, 2013)

Não fique sem treinar!

 

Bons treinos e prescrições a todos!

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp)
Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp) Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

SAIBA MAIS