Menu

Considerações sobre HIIT: Como fazer? Onde fazer? Quando fazer?

Atualmente um dos fatores que contribuem diretamente para inatividade física das pessoas é o tempo. Com isso, o HIIT (High Intensity Interval Training – Treinamento Intervalado de Alta Intensidade) foi visto como ferramenta eficiente e está na moda (merecidamente). Estudos sugerem resultados sólidos e promissores para diversos campos: saúde (cardiopatas, diabéticos e sedentários), performance e emagrecimento. No entanto, tal popularização trouxe alguns problemas, entre eles: má utilização (principalmente por parte daqueles que não entendem sobre treinamento intervalado).

Existem várias formas de fazer HIIT (há os mais rápidos, os tranquilos, os que farão sua Pressão Arterial abaixar, os que farão suas pernas queimarem e muitos outros…) e para cada variação, as aplicações e implicações são diferentes. Talvez esse seja um dos maiores problemas: a quantidade de protocolos e as várias formas de realizar o treino! Montar um planejamento de HIIT é muito complexo, uma vez que, demanda compreensão de parâmetros fisiológicos e mecânicos.

Infelizmente, é comum pessoas realizando esse tipo de treino de forma demasiada e/ou “copiando” de alguém, sem saber qual seria o mais adequado para si e/ou para aquele momento.

Sabemos que o #HIIT é uma ótima ferramenta para os que buscam resultados em menos tempo. Como fazer? Onde fazer? Quando fazer? O HIIT é muito mais que se esforçar por alguns segundos, descansar, se esforçar por mais alguns segundos e descansar novamente. Nesse sentido, nós traremos várias publicações sobre o tema com o objetivo de ajudar na prescrição de HIIT. Aguarde as próximas postagens!

Bons treinos!

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp)
Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

João Pedro: Graduado em Educação Física / Mestrando em Ciências da Saúde (@navesjp) Ricardo Viana: Graduado em Educação Física / Doutorando em Ciências da Saúde (@prof.ricardoviana)

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

SAIBA MAIS